quinta-feira, 28 de maio de 2009

1 ano


Será que sou eu??? Serei a unica pessoa que, ao fim de UM ANO de ter ganho coragem para terminar com o que me fazia tão mal, continuo a sofrer? Às vezes acho que sim :'( ...


Durante um ano e meio de um cinzento polvilhado de cores transcendentes e indescritíveis, cores unicas que só eu e ele conhecemos, e ao fim de várias tentativas de me afastar, consegui fazê-lo. Agarrei-me onde pude para não cair no abismo... às beirinhas, às pedras, às mãos que me puxaram para cima, por vezes ao liso de uma parede, mas tentei sempre agarrar-me. Outros namorados, outros amores...amores? Como falar em amor sem pensar nele e só nele?


E hoje, dia 28 de Maio, faz precisamente um ano. Daquela tarde em que estive com ele, fui embora, mas voltei para trás, porque não podia adiar mais. Daquela tarde em que, cheia de raiva, perguntei se ele tinha mais alguma coisa para dizer. Ele disse que não, e eu rematei com um "Ok...EU TAMBÉM NÃO TENHO MAIS NADA PRA TE DIZER!" e vim embora, determinada a ser feliz! A libertar-me de mentiras, manipulações, traições, de uma dependência física e psicológica. Tinha conseguido!


E eis-me, um ano depois, a deixar que as minhas lágrimas tragam cá para fora uma parte do aperto que tenho no peito, uma parte das saudades que sufocam, uma parte das memórias dos melhores dias, das melhores noites, dos melhores beijos, das maiores gargalhadas, das maiores aventuras...! Vivi! Enquanto estivemos juntos, de uma maneira ou de outra, eu VIVI! Certo ou errado...mas foi vida, foi felicidade, mesmo que só em momentos. E mesmo que a porporção seja de 1 minuto de felicidade para uma hora de tristeza, esse minuto valerá por milhares de horas, de dias, de meses...


Acho que só quando voltar a viver novamente vou ultrapassar isto. Não esquecer...ultrapassar...! E espero que não demore mais um ano...porque dói. E dói muito. E dói de uma forma que desconhecia...


Preciso de me reencontrar. Tal como diz a Charlotte. E é isso que vou fazer. E um dia, sei que esta obcessão da felicidade ílusória vai acabar. Sim, sei que vai.

EU SOU CAPAZ!



"These are the seasons of emotion, and like the winds they rise and fall. This is the wonder of devotion - I seek the torch we all must hold. This is the mystery of the quotient - Upon us all a little rain must fall... It's just a little rain..." Led Zeppelin



. . .Carrie . . .

14 comentários:

Day disse...

Olá... Como vai???
Querida adooooooooorei seu blog...
Estou participando!
Estarei sempre por aqui!!
Passa lá no meu cantinho tambem!
E se você gostar... participa
dayfrancaloira2006.blogspot.com
Ficaria muito grata!
Obrigado!
Beijos!
Day!

ianita disse...

Ui...

Tive um dia 28 de Maio na minha vida... vivido a 30 de Novembro de 2005... não tinha deixado de gostar daquela pessoa com quem tinha namorado durante quase 6 anos. Tinha "só" chegado a um ponto de saturação... a um ponto em que percebi que aquela pessoa não me fazia bem...

Custou muito. Doeu muito. Ele não facilitou... fez questão de marcar a sua presença... mas eu segui. Foi um ano difícil aquele primeiro ano... porque ainda acreditava que ele pudesse mudar... mas...

Escolhi-me a mim e foi a melhor escolha que fiz na vida. No regrets.

Estou contigo!

Kisses

Ą Mαscotezinhα disse...

Não é fácil, tb já passei por isso e quanto mais o tempo passa mais saudades temos :S

força!!

Beijo*

Majo disse...

"Life isn’t about waiting for the storm to pass. It’s about learning to dance in the rain."

Eu sei que doi. Mas um dia passa. Guarda o bom. Do mau, tira uma lição de vida e avança. Força!

Bjinho ;)

Mariana disse...

nao é a unica acredite

bj

Kayla disse...

Não me conheces...eu tb não...first time here!

Mas eu tive um 27 de Janeiro,e acho que conheço perfeitamente esse sentimento...
Por isso só posso dizer que vale a pena!
Cada dia será sempre melhor!:)
Não nos mata,torna-nos mais fortes!

Salto-Alto disse...

O que interessa é que tiveste força para agir. E é isso que te torna forte!

lilipat2008 disse...

Tu vais conseguir...continua persistente e com a cabeça levantada que tu vais conseguir. Um ano não é muito tempo para esse tipo de dor...tens de dar mais tempo ao tempo, mas vais ver que isso vai passar e tu vais conseguir "reencontrar-te"...:D

Força...estou contigo...:D

bjitos

Mara disse...

Acho que também tive um dia desses,mas não na tua pele, na pele do outro. Contudo, o importante é que agora sei e digo-te, que se consegue, que conseguimos!!!
Há um tempo para chorar, pra querer voltar atrás, para afundar...
Mas há um tempo para ser feliz, para seguir em frente e para flutuar...
Beijinhos

Carrie, Miranda, Charlotte, Samantha disse...

estou aqui para o que precisares...
forca amiga!


charlotte

CG disse...

Como dizes, não se esquece, ultrapassa-se.
Todos nós temos o nosso tempo.
Custa sempre, mas um dia, verás que passou.
Força! =)
Big Kisses

S* disse...

Nota-se aí um bocado de "e se?". Força. Isso acaba por passar... dá tempo ao tempo.

Anónimo disse...

Bem...como m disseram uma vez...so se ultrapassa com uma(outra)grande paixao)! Será...?

Carrie

henterrement-de-vie-de-jeune-fille disse...

tres jolie photo