quinta-feira, 25 de março de 2010

Poema


Olá a todos :)

Longa ausência das meninas Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda!!!!

Mas voltei para partilhar uma coisa boa que me aconteceu hoje. Adoro escrever, mas sempre achei que não escrevia assiiiiiiiiiim tão bem. No entanto, ao ver um desafio do grupo Clube dos Poetas Vivos, no Facebook, resolvi participar. Tinhamos que escrever uma carta (em prosa ou poesia) a alguém. Tinha guardado um poema escrito há algum tempo, e enviei.

Entretanto vi serem atribuídas seis menções honrosas, e nunca pensei que o meu nome fosse referido, num grupo com mais de 3000 participantes!

E eis que hoje anunciaram o vencedor e...era eu! :))))

Cá vai ele, espero que gostem!


Poema de Amor

Jorram dos meus dedos as palavras
palavras que não sei dizer
Palavras que não sei sentir
Coisas que não t...e sei fazer......

Jorram dos meus dedos as palavras
Pois perto de ti fico mudo,
Brota em mim o que tu lavras,
P’ra ti é nada, p’ra mim é tudo

Brotam trepadeiras esquivas
Que nos tentam unir, prender
Mas tu és pássaro livre
Maré nenhuma te há de deter

Tez de fada, mãos de amante
Voz regada a doce mel
Tenacidade cortante
No cheiro da tua pele...

Jorram dos meus dedos as palavras
Que nunca hás de saber,
E no brilho dos meus olhos,
Só verás amor, admiração, querer!

Jorra enfim na minha mente,
A imaginação do que poderia ser...
Uma fonte inesgotável
De paixão, dor e prazer!

Amo-te!*

Beijinhos e abraços, Carrie

5 comentários:

ianita disse...

Parabéns!

Está mesmo muito bonito! :)

Poeta disse...

www.eternamente-poeta.blogspot.com

Geraldo Brito (Dado) disse...

Legal ter descoberto esse blog. Sex foi um dos melhores seriados que já assisti na vida...

Geraldo Brito (Dado) disse...

Linda foto e lindo texto.

Emanuel disse...

amei a foto e os textos.Aqui está lindo!